Foto: Marcelo Camargo/ABr

Com a distribuição das doses de vacinas contra a Covid-19 que chegaram ao Estado na manhã desta quinta-feira, 09, os municípios poderão iniciar a dose de reforço nos moradores de ILPIs (Instituições de Longa Permanência para Idosos) maiores de 60 anos.

Para este público, serão distribuídas 45 mil doses da vacina Pfizer. “Os idosos em lares foram o público escolhido para ser priorizado agora por ser o mais vulnerável às consequências da doença e por morarem em um local de mais fácil disseminação do vírus”, explicou a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, do Cevs (Centro Estadual de Vigilância em Saúde), Tani Ranieri.

Todos os idosos residentes de ILPIs e que já completaram o esquema vacinal básico (duas doses ou dose única, dependendo da fabricante) há, no mínimo, seis meses poderão receber o reforço. A dose extra para idosos foi recomendada pelo Ministério da Saúde, para que ocorra na segunda quinzena de setembro.

Recebimento e distribuição 

O Rio Grande do Sul recebeu, na manhã desta quinta-feira, 09, 101.200 doses Coronavac e 59.670 doses Pfizer. Metade das Coronavac serão destinadas à primeira dose (D1) e metade à segunda dose (D2). Já as Pfizer serão todas destinadas a D1.

As Pfizer restantes do quantitativo destinado aos idosos serão distribuídas junto às Coronavac aos municípios que ainda não alcançaram a meta da campanha e ainda possuem população a ser vacinada com primeira dose.

A distribuição da Secretaria da Saúde às 18 Coordenadorias Regionais está programada para esta sexta-feira, 10. Também serão entregues na mesma oportunidade 38.960 doses de Coronavac e 61.992 doses de Pfizer para segunda dose (D2).

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui