Foto: Divulgação

A votação da Consulta Popular/RS inicia nesta segunda-feira, 22, e segue até o próximo dia 30 de novembro e Sinimbu já está mobilizado para a votação e participação dos eleitores. Cinco projetos estão disponíveis na cédula e o Município está trabalhando e indicando três projetos para serem votados: Fortalecer e ampliar ações para produção primária de alimentos pela agricultura familiar; Sinalização turística da malha viária do Vale do Rio Pardo; e Fundo Garantidor – RS GARANTI.

A votação é totalmente online, no site consultapopular.rs.gov.br e também através do aplicativo Colab. Para votar, é preciso estar com o título de eleitor em mãos e demais documentos pessoais. A população que não possui acesso a internet pode votar na Prefeitura de Sinimbu, Emater e Posto de Saúde Central.

Dos cinco itens presentes na cédula da região, três interessam especialmente Sinimbu e a região do Baixo Vale do Rio Pardo: os projetos 2, 3 e 4. A quantia de recursos disponíveis para a região através da Consulta Popular é de R$ 1.114.287,00, valor este que será dividido entre os projetos mais votados. Para se habilitar no processo e nos projetos, Sinimbu precisa ter ao menos 2% de seus eleitores participando da votação.

Conheça os projetos em votação para o Vale do Rio Pardo:

1 – Ecoturismo – Trilhas ecológicas no Vale do Rio Pardo. A proposta envolve o mapeamento, abertura e sinalização de trilhas para fins de ecoturismo, caminhadas, ciclismo, etc.

2 – Fortalecer e ampliar ações para produção primária de alimentos pela agricultura familiar. A proposta envolve a destinação de recursos para estruturação da Cooperativa dos Apicultores Familiares do Brasil – Copromel como compra de materiais, equipamentos e capacitação dos produtores no Vale do Rio Pardo.

3 – Sinalização turística da malha viária do Vale do Rio Pardo. A proposta envolve aplicação de recursos na melhoria e ampliação da sinalização turística nas rodovias e acesso aos municípios na região do Vale do Rio Pardo.

4 – Fundo Garantidor – RS GARANTI. Projeto voltado a constituir um Fundo de aval enquanto garantia em operações de crédito, especialmente de micros e pequenos empreendedores em municípios do Vale do Rio Pardo.

5 – Correção do solo – A proposta envolve a destinação de recursos para implantação de práticas conservacionistas, aquisição de corretivos e adubo orgânico para recuperar a fertilidade do solo na região do Vale do Rio Pardo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui