O Conselho Regional de Desenvolvimento do Vale do Rio Pardo (Corede/VRP), através do Comitê Setorial Ambiental, estará promovendo na quarta-feira, dia 30, na sala 101 da Unisc campus Santa Cruz do Sul, o Seminário de Boas Práticas de Gerenciamento de Resíduos Sólidos.
O evento tem como objetivo apresentar projetos com bons resultados desenvolvidos em diversas instituições da região. A comissão organizadora é formada por integrantes do Corede/VRP, pelos funcionários da prefeitura de Vale do Sol, Graciela Pacheco e Lenio Augusto Trevisan; prefeitura de Vera Cruz, Ricardo Konzen; e pela professora da UERGS, Isabela Holtermann Lagreca, todos integrantes do Comitê Setorial Ambiental. O grupo selecionou alguns projetos e programas para sensibilizar gestores e público em geral para o atendimento dos princípios da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Os participantes do evento vão poder conhecer as iniciativas e modelos para implantar em seus municípios.
O evento inicia às 13h30, com o credenciamento dos participantes, e exposição de trabalhos defronte à sala do evento. Às 14h o prefeito municipal de Candelária, Paulo Roberto Butzge irá apresentar o Programa Ambienta Candelária; logo após será apresentada a experiência da Copercicla, do município de Santa Cecilia do Sul – Modelo de Gestão e Manejo de Resíduos Sólidos, a ser feita pelo presidente da entidade Tiago Zotti e o auxiliar administrativo Cristian Vidal; em seguida será apresentada a experiência na operação da Usina de Transbordo e Triagem do município de Venâncio Aires pelo prefeito Giovane Wickert e pelo secretário de Meio Ambiente Clóvis Schwertner.
As 15h30, o Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (Cisvale) fará a apresentação do Plano de Trabalho para a elaboração do Plano Estratégico Regional de Resíduos Sólidos, através da empresa Urbana Lógica do Brasil, por Eduardo Vargas. Neste trabalho a empresa contratada pelo consórcio revisou os Planos Municipais de Resíduos Sólidos dos municípios conveniados e concluirá com o plano regional. O objetivo do estudo é contribuir com os municípios no gerenciamento dos resíduos sólidos e apontar alternativas viáveis, tanto técnica, econômica, quanto ambientalmente, a serem adotadas para a região. O reflexo se dará não apenas para os consorciados, mas também para toda a região do Vale do Rio Pardo.