Fotos: Guilherme Neuhaus

Em cerimônia de formatura dos militares, realizada no 7º Batalhão de Infantaria Blindado (7º BIB) na manhã desta sexta-feira, 26, ocorreu também a entrega do Diploma do Mérito Gomes Carneiro, aos amigos do Batalhão. O vice-prefeito, Elstor Desbessell, representou a prefeita Helena Hermany na solenidade.

Na ocasião, 24 pessoas, entre lideranças locais e regionais e colaboradores do 7º BIB, foram agraciadas com a certificação. Dentre elas, quatro servidores do município. O secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, coronel Everton Oltramari, que também responde pela pasta de Governança e Relações Institucionais; o secretário de Obras e Infraestrutura, Edmar Hermany; o coordenador da Guarda Municipal, Éberson Gonçalves, e o servidor da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade, Gilmar Kolher.

Em seu pronunciamento, o comandante do 7º BIB, Fernando Barcellos da Rosa, ressaltou a importância da parceria com a comunidade. “Quem caminha na companhia de um amigo, com certeza vai mais longe. Agradeço o apoio prestado por todos vocês à nossa unidade”, declarou.

Sobre Antônio Ernesto Gomes Carneiro

Antônio Ernesto Gomes Carneiro (1846-1894) foi um general brasileiro, morto no episódio do Cerco da Lapa (no Paraná), e considerado herói na Revolução Federalista (1893-1895). Nasceu em Serro, Minas Gerais, em 28 de novembro de 1846, onde iniciou seus estudos, os quais deu seguimento no Seminário de Diamantina e em Curvelo.
Em 1864, ao eclodir a Guerra do Paraguai, fazia o Curso de Humanidades no mosteiro dos Beneditinos, no Rio de Janeiro, levando-o a alistar-se como soldado no Primeiro Corpo de Voluntários da Pátria. Na guerra conquistou a graduação de Primeiro Sargento e Alferes, por bravura; tendo sido ferido três vezes em combate. Mal se restabelecia e já se apresentava para nova missão.

Após o final da guerra, matriculou-se na Escola Militar em 1872. Em 1881 acompanhou o Imperador Dom Pedro II em sua viagem a Minas Gerais. Chefiou a Comissão Construtora de Linhas Telegráficas na Marcha para o Oeste, de 1890 a 1892, tornando-se o responsável pelo recrutamento do então Tenente Cândido Rondon.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui