Foto: Marcelo Camargo/ABr

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou que o Rio Grande do Sul não tem em estoque nenhuma dose de CoronaVac pertencente aos 25 lotes interditados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O Estado recebeu 2,9 mil unidades do lote L202106038 e todas foram aplicadas. A SES afirmou ainda que aguarda orientação do Ministério da Saúde para saber qual conduta adotar com os pacientes vacinados com as unidades barradas.

As vacinas foram rastreadas pelas equipes técnicas responsáveis, e os usuários que receberam a aplicação estão em acompanhamento, durante 30 dias, para avaliação de possíveis eventos adversos. Procurado, o MS ainda não retornou à reportagem.

Conforme a SES divulgou no início do mês, as 2,9 mil doses que o RS recebeu em 27 de julho foram distribuídas no dia 28 de julho para as Coordenadorias Regionais de Saúde de Frederico Westphalen (a 2ª CRS, com 480 doses); Pelotas (3ª CRS, 1.850 doses); Bagé (7ª CRS, 400 doses) e Erechim (11ª CRS, 170 doses).

A Anvisa publicou resolução na manhã desta quarta-feira, 22, determinando o recolhimento de todas as unidades envasadas em uma fábrica chinesa sem certificação do órgão e que deveriam estar retidas pelos Estados.

A decisão foi tomada, segundo a agência, após a constatação de que os dados apresentados pelo laboratório não comprovam a realização do envase da vacina  em “condições satisfatórias de boas práticas de fabricação”.

Já o Instituto Butantan – que ainda não se manifestou sobre a decisão desta quarta da Anvisa – havia afirmado no início do mês que os imunizantes barrados “são seguros para a população”. A CoronaVac é produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Butantan.

No total, 12,1 milhões de doses foram envasadas pelo laboratório e enviados ao Brasil. O Estado de São Paulo recebeu o maior quantitativo das 12,1 milhões de doses – foram aplicadas cerca de 4 milhões de unidades. Outros 18 Estados também receberam parte do montante total. O número de doses não aplicadas ainda não é conhecido.

Fonte: GZH

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui