Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil agiu rápido após o registro de uma ocorrência sobre uma pichação no banheiro de uma escola estadual em Sobradinho, região Centro-Serra do Estado, anunciando que haveria um massacre nesta sexta-feira, 27. Nesta manhã, policiais cumpriram mandados judiciais de busca e apreensão nas residências de quatro adolescentes suspeitos e ainda no estabelecimento de ensino, onde todos os alunos foram revistados por medida de segurança.

Houve a apreensão de telefones celulares e simulacros de armas de fogo imitando pistolas e um pote com bolinhas usadas como munição em air soft, nas residências dos menores de idade. As investigações devem seguir com oitivas e perícias de computadores e celulares, entre outras medidas.

Conforme a delegada Graciela Foresti Chagas, que coordena as investigações, a ação foi desencadeada após o registro de ocorrência noticiando a pichação no banheiro. Além da mensagem ameaçadora deixada na parede da escola, os policiais civis tiveram acesso à imagem que circulava entre os alunos, onde aparecem cinco máscaras e uma suposta arma.

A operação reuniu policiais civis de Sobradinho, Arroio do Tigre, Candelária e Santa Cruz do Sul.

De acordo com a polícia, as investigações serão mantidas com a ajuda da Vara da Infância e Juventude para responsabilizar os autores das ameaças.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui