Foto: Claudio Fachel/Palácio Piratini

A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu nesta terça-feira, 07, maior proteção para as crianças, a faixa etária mais afetada pela nova onda da pandemia de Covid-19 na Europa, e afirmou que a vacinação obrigatória deve ser o “último recurso”.

Para evitar fechamentos de escolas e o ensino à distância, o departamento europeu da OMS recomenda o aumento dos testes de diagnóstico nos colégios e a análise da vacinação dos alunos.

“O uso de máscaras e a ventilação, assim como testes regulares, deveriam ser a norma em todas as escolas do ensino básico, e a vacinação de crianças deveria ser debatida e considerada a nível nacional, com o objetivo de proteger as escolas”, afirmou o diretor da OMS para a Europa, Hans Kluge, em uma entrevista coletiva virtual.

De acordo com a OMS, os casos aumentam atualmente em todas as faixas etárias, “com as taxas mais elevadas observadas atualmente entre 5 e 14 anos”. Sobre a vacinação obrigatória, decidida ou prevista por alguns países, deve continuar sendo um “último recurso absoluto, somente quando todas as opções possíveis para aumentar a taxa de vacinação tiverem sido esgotadas”, segundo a OMS Europa.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui