Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da Guiana, Irfaan Ali, afirmou que Lula disse que o Brasil “apoia fortemente” o país sul-americano. “O presidente Lula me garantiu que o Brasil apoia fortemente a Guiana e que não apoiaria nenhum comportamento imprudente da Venezuela”, declarou Ali em entrevista na quarta-feira, 06.

“Deixamos bem claro aos investidores e a todos os guianenses que Essequibo pertence à Guiana. Em 1899, as fronteiras foram resolvidas. A Venezuela participou na determinação da fronteira”, declarou o presidente da Guiana.

A Venezuela reivindica o controle de Essequibo, que equivale a cerca de dois terços do território da Guiana. A região é rica em petróleo e virou objeto de longa disputa entre os dois países.

Na terça-feira, 05, o presidente venezuelano Nicolás Maduro anunciou a criação da zona de defesa integral da Guiana Essequiba e nomeou um general como “única autoridade” da área.

Ele também ordenou a publicação e divulgação nas escolas e universidades do país de um novo mapa da Venezuela, que inclui a Guiana Essequiba como parte do território venezuelano.

Um referendo realizado no domingo, 03, aprovou medidas que podem levar à anexação do território. As cinco perguntas do referendo foram aprovadas por mais de 95% dos eleitores, segundo a autoridade eleitoral do país.

A Guiana formalizou um pedido de reunião ao Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) para discutir a situação na região de Essequibo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui