Foto: Corpo de Bombeiros / Divulgação

Um incêndio de grandes proporções atingiu o Centro de Tratamento e Apoio a Dependentes Químicos de Carazinho (Cetrat), em Carazinho, no norte do Estado, deixando ao menos 10 pessoas mortas, de acordo com informações do Corpo de Bombeiros (CBMRS).

Segundo a Polícia Civil, ao menos 15 pessoas, todas homens, estavam no local. Dez vítimas morreram no local. Três pessoas foram levadas para atendimento no hospital de Carazinho, no entanto, uma delas não resistiu aos ferimentos. As outras estão internadas e o quadro delas é estável. Duas pessoas conseguiram sair sem ferimentos.

O número de vítimas é contabilizado, e as causas do incêndio ainda são desconhecidas. A maioria das vítimas estava na área dos dormitórios. Os corpos foram encontrados próximo das janelas.  A parte do centro de tratamento onde ficava os quartos era de madeira e foi totalmente consumida pelas chamas.

O combate ao fogo teve início no final da noite de quinta-feira, 23, por volta das 23h.  Segundo a repórter Maria Eduarda Ely, da RBS TV, os bombeiros combateram o fogo durante uma hora. O Instituto-Geral de Perícias realizará a perícia no local nesta sexta-feira, 24.

A reportagem da Rádio Gaúcha entrou em contato com Marta Oliveira, uma das proprietárias da entidade filantrópica. Muito abalada, Marta disse que irá se pronunciar após os resultados da perícia.

Entre as vítimas dois eram de Santa Cruz do Sul e foram identificadas como Luiz Eduardo Ribeiro e Deive da Silva.

Fonte: GZH

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui