Dos 40 mil metros quadrados de área total que a unidade terá, 4,5 mil metros quadrados serão de área construída - Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

Ao seguir com sua agenda em Santa Cruz do Sul nesta terça-feira, 20, o governador Eduardo Leite visitou o canteiro de obras do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) no Corredor Zanetti, no bairro Esmeralda.

Com investimento de R$ 21,4 milhões oriundos de convênio com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a unidade terá capacidade para receber 60 jovens com idades entre 12 e 18 anos incompletos.

O novo Case será referência para 58 municípios da região que integram as comarcas de Arroio do Meio, Arroio do Tigre, Candelária, Encantado, Encruzilhada do Sul, Estrela, Lajeado, Rio Pardo, Salto do Jacuí, Sobradinho, Taquari, Teutônia, Venâncio Aires, Vera Cruz e Salto do Jacuí.

obra do Case de Santa Cruz do Sul 2
Leite e o secretário Hauschild foram conhecer as instalações que serão referência para 58 municípios da região – Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

“Quem, de alguma forma, fez algo de errado e infringiu a legislação precisa receber uma pena e cumprir essa punição. Porém, temos de ter clareza de que essas pessoas voltarão ao convívio social, e precisamos ter o compromisso com a ressocialização”, destacou o governador. “Visitamos hoje as obras do Case de Santa Cruz do Sul, que receberá até 60 jovens que cumprirão medidas socioeducativas, mas terão especial apoio na estrutura para proporcionar treinamento e capacitação e, assim, voltarem melhores ao convívio social.”

A construção da unidade de Santa Cruz do Sul ocorre depois de 16 anos sem abertura de novos centros da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase). O último inaugurado foi em 2004, em Novo Hamburgo. De acordo com o secretário de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo, Mauro Hauschild, a obra conta com 48% dos serviços executados, e a previsão é que seja concluída até março de 2022.

“É um investimento de mais de R$ 20 milhões em toda a infraestrutura, com capacidade de receber até 60 jovens. Mais de 120 servidores estarão trabalhando aqui no processo de atendimento para fazer com que se tenha o cumprimento das medidas socioeducativas de jovens com restrição de liberdade”, explicou Hauschild.

Dos 40 mil metros quadrados de área total que a unidade terá no bairro Esmeralda, 4,5 mil metros quadrados serão de área construída. O projeto prevê espaço para escola, oficinas, quadra esportiva, palco multiuso e consultórios para atendimentos de saúde. A construção também foi pensada dentro de padrões sustentáveis e contará com telhado verde e sistema de reaproveitamento de água da chuva.

“Na área da saúde, temos que prevenir doenças e reabilitar o paciente depois que a doença já comprometeu. Na área da segurança, também tratamos com prevenção, que é o policiamento ostensivo e a prisão de criminosos, e o tratamento é a condição de reabilitar aqueles que tenham praticado crimes. Dentro da política penal e socioeducativa, é importante termos estruturas adequadas, e é nisso que nosso governo está trabalhando”, reforçou Leite.

A obra do Case de Santa Cruz do Sul integra o Programa de Oportunidades e Direitos (POD). Além dela, estão em andamento as construções de unidades em Viamão e Osório, somando investimento total de R$ 65 milhões. O objetivo é a regionalização do atendimento socioeducativo, qualificando os serviços prestados ao jovem privado de liberdade e à sociedade. Com os três novos centros e a ampliação do de Novo Hamburgo, serão criadas 210 vagas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui