Foto: Lula Marques/Agência Brasil

Pela primeira vez em quase três décadas, um senador foi indicado para compor o STF (Supremo Tribunal Federal). Flávio Dino (PSB) – licenciado do Senado para assumir o cargo de ministro da Justiça e Segurança Pública – foi eleito pelo Maranhão com mais de 2 milhões de votos.

A última vez que um senador havia sido indicado para a Corte foi em 1994, quando Maurício Corrêa (1934-2012), eleito pelo Distrito Federal, foi sugerido ao STF pelo presidente Itamar Franco. Ele tomou posse no cargo em dezembro daquele ano. Ao todo, outros 12 ministros do Supremo também tiveram assento no Senado.

A sabatina de Dino na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado está marcada para o dia 13 deste mês. A votação é secreta, mas a oposição já se movimenta contra a sua indicação. O partido Novo, por exemplo, lançou no dia do anúncio do nome do maranhense um abaixo-assinado contra a indicação. O formulário on-line já conta com cerca de 415 mil apoios desde então. Além da CCJ, a indicação ainda precisa ser confirmada no plenário do Senado.

Dino segue seu périplo em busca do apoio dos senadores. Ele já visitou mais de dez gabinetes desde o dia 29 de novembro. No plenário, uma indicação ao STF precisa de pelo menos 41 votos para ser aprovada.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui