Após passarem oito meses com as portas fechadas em 2020, com o agravamento da pandemia as escolas particulares de educação infantil precisaram novamente fechar as portas. Desde março de 2021, professores e alunos buscam formas de manter a conexão e os estudos em meio a pandemia ocasionada pela Covid-19.

Membros da Escola Infantil Algodão Doce, realizaram um protesto pacifico solicitando a retomada das aulas presenciais, em frente a escola, localizada na rua Senador Pinheiro Machado, no Centro de Santa Cruz. Margarete Menezes, a proprietária escolinha, conta que apesar de buscar ajuda com o poder público, não estão recebendo retorno. “Tem sido dias difíceis, os cofres já estão quase vazios e precisamos manter nossos trabalho. Está ruim para nós e também para os pais, pois eles não podem trazer os filhos e muitos precisam deixar seus empregos para cuidar dar crianças.”

Margarete também ressalta que o ensino remoto é difícil para crianças pequenas. “Nossas crianças tem até quatro anos, fica muito difícil realizar atividade à distancia. O interesse também dos pais, é deixá-los aqui para conviver com outras crianças e também para que eles possam trabalhar.”

De acordo com Margarete, amanhã, 15, às 11hs representantes de escolas infantis irão se reunir com a Prefeita Helena Hermany no Palacinho, em busca de alguma solução.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui