O empresário Maurício Colombini tentava acender uma churrasqueira com álcool quando ocorreu uma explosão. O jovem teve 80% do corpo queimado.

Segundo a Polícia Civil, o rapaz foi socorrido com queimaduras de 2º e 3º graus ao Hospital Regional Dr. Leopoldo Bevilacqua, em Pariquera-Açu, onde passou por uma cirurgia de emergência. Ele ficou internado por cinco dias, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Weliton Bacil, amigo de Colombini , contou estaria com Maurício no dia, mas que desistiu de encontrá-lo e se arrepende. “Era pra eu ter chegado lá por volta das 15h, mas acabei não indo. Se eu tivesse ido, não deixaria ele mexer com álcool nunca , porque tenho experiência com carne. Aí fiquei em casa e acabou acontecendo tudo isso”, lamentou.

Foto: Reprodução

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui