Foto: Convenção Nacional ocorreu em Santa Cruz do Sul. Crédito: Juliano Reiher

A audaciosa estratégia de crescimento da Contel Telecom para o ano de 2022 foi o tema central da 2ª Convenção Nacional realizada pela empresa santa-cruzense de tecnologia em telefonia celular neste sábado, 15 de janeiro. O evento, realizado na Casa Golden Leaf, reuniu cerca de 180 representantes e convidados, de seis estados brasileiros: Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, além do Rio Grande do Sul.

A programação do evento, das 9 às 18 horas, incluiu apresentação dos resultados de 2021, reconhecimentos por tempo de empresa, lançamento da Copa Contel 2022 e as palestras com o conferencista, escritor e presidente do Master Mind no Brasil, Jamil Albuquerque, pela manhã; e com o capitão da Seleção Brasileira Pentacampeã Mundial, Cafu, à tarde.

​Empresa integrante dos Pólos Tecnológicos da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e da Pontifícia Universidade Católica (TECNOPUC-RS), a Contel Telecom registrou um crescimento de 400% na sua base de clientes, em 2021, chegando a 17 mil usuários no país. “A Convenção é muito importante para reforçar o nosso compromisso com desenvolvedores, franqueados e investidores, unindo esforços para que nossos objetivos possam ser concretizados”, destaca o sócio diretor da Contel, Cleber Fernandes. A expectativa da empresa é chegar a 75 mil usuários até o fim de 2022.

Pela manhã, Jamil Albuquerque abordou os principais pontos da proposta do Escola de Negócios para Líderes Master Mind e os ensinamentos de Napoleão Hill, com ênfase para a Liderança, Vendas e Resultados. “Defina suas metas, saia da zona de conforto e descubra novas habilidades. Quem tem metas, tem futuro. Quem não tem, tem destino”, salientou ele. Já o capitão da Seleção Brasileira Pentacampeã Mundial, Cafu, falou sobre motivação, superação e comprometimento como forma de alcançar os objetivos. “Estejam comprometidos com aquilo que vocês fazem e sejam os melhores na sua posição. Tenham objetivo, foco, comprometimento e trabalho em equipe. Ninguém faz nada sozinho”, frisou.

Saiba Mais:

A trajetória da Contel Telecom iniciou em 2011, com atuação no mercado de consultoria em telefonia. O objetivo era inovar e auxiliar os clientes com a gestão financeira para reduzir os custos de telefonia por meio de análise de perfil; auxílio no contato com as operadoras para análise de cobranças indevidas e contestação de valores irregulares. Durante seis anos, a Contel acompanhou as mudanças tecnológicas do mercado, em que observou a necessidade de adaptação e evolução.

Em 2017, a operadora ingressou no Pólo Tecnológico da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) – TecnoUnisc para desenvolver o projeto de um software de gestão e refaturamento de linhas. Além de aumentar a receita, o negócio possibilitou a melhoria da eficiência da consultoria, o que ampliou a agilidade dos processos, como a automatização da leitura das faturas de diversas operadoras. Neste mesmo ano, a empresa passou a operar na TecnoUnisc, onde permanece até os dias atuais.

Em 2020, a Contel Telecom recebeu a Homologação junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para operar como MVNO (Mobile Virtual Network Operator). No mesmo período, a empresa expandiu os negócios, sendo aprovada no Pólo Tecnológico da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Porto Alegre – RS (Tecnopuc), um ponto estratégico por estar localizado na capital gaúcha. Desta forma, passou a operar uma unidade dentro do Tecnopuc, com apoio do ecossistema de tecnologia.

Ao seguir o projeto de expansão, em janeiro de 2021, a empresa de telecomunicações passou a ser uma franqueadora, associada à Associação Brasileira de Franchising (ABF). Neste novo modelo de negócio, as franquias vinculadas à Contel são responsáveis pela área comercial da operadora. Atualmente, são nove franqueados desenvolvedores, com a expectativa de chegar a 12.

Números – No ano passado, a Contel Telecom cresceu de forma exponencial. Entres os números, destaque para a saída de uma média de vendas de 400 linhas/mês até junho para mais de 5 mil no mês de dezembro, chegando a uma base acima de 17 mil linhas ativas. No mercado de franchising, fechou o ano com 25 franquias. Através da Contel, 40 novas marcas foram constituídas, das quais 20 já estão em operação. “Neste período, além dos investimentos em tecnologia, buscamos a qualificação da equipe, principalmente do serviço de atendimento ao cliente, que é o nosso grande diferencial com relação à concorrência”, completa Fernandes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui