Foto: Divulgação

A equipe de Ginástica Rítmica do Colégio Mauá segue orgulhando a comunidade escolar. Poucas semanas após a ginasta Milena Bartz encantar o Brasil e faturar três títulos nacionais, ela e outras duas alunas do educandário santa-cruzense conquistaram grandes resultados na 2ª etapa do Campeonato e Torneio Estadual de Ginástica Rítmica 2023. As provas foram realizadas no último sábado, 18 , no Ginásio da Sogipa, em Porto Alegre, e envolveram atletas de sete instituições gaúchas.

Além de Milena Bartz, que tem 17 anos e competiu na categoria adulta, o Colégio Mauá foi representado pelas jovens Isadora Baierle, de 12 anos na categoria infantil, e Melissa Forgiarini, de 16 anos na categoria adulta. Milena Bartz conquistou o primeiro lugar na prova de arco, e assim se consagrou a campeã Individual Geral do Rio Grande do Sul na categoria adulta, já que além da etapa o resultado acumulava para o somatório das provas de todo o ano de 2023. Melissa Forgiarini, que vem em um processo de recuperação após lesão sofrida em abril, finalizou a prova no aparelho arco na terceira colocação. Já Isadora Baierle encerrou a prova no aparelho maças na quarta colocação. Com a soma das demais provas do ano, a jovem conquistou a terceira posição do Individual Geral 2023 na categoria infantil.

Além do Colégio Mauá, o estadual reuniu atletas da ACF Canoas, Colégio Gonzaga, de Pelotas, Escola de Ginastas Roberta Padilha, de Santa Maria; Ginástica Vera Ghisleni, de Canoas; Grêmio Náutico União, de Porto Alegre e Sogipa, também de Porto Alegre. A etapa marcou a última competição oficial com participação do Colégio Mauá em 2023.

“Muito além dos títulos da Isadora e o incrível ano que teve nossa campeã Milena Bartz, essa etapa do estadual é a vitória da persistência, superação e da fé. Foi emocionante ver a Melissa competindo novamente e seu esforço sendo coroado com uma linda apresentação e a medalha de bronze. O maior título é não desistir”, destacou o treinador Rafael Luz. Para a treinadora Bruna Martins, a GR é um esporte que exige muito tempo de treino para formar uma atleta e a competição é importante nessa formação. “É o momento que a ginasta pode mostrar tudo o que ela sabe fazer. Nesse sentido, fiquei muito feliz com o desempenho das nossas alunas. Todas fizeram lindas apresentações e puderam comemorar as suas vitórias”, frisou.

Para o diretor do Colégio Mauá, Nestor Raschen, o desempenho das meninas no Estadual fecha com chave de ouro o ano da Ginástica Rítmica na escola. “Vem para coroar todo o trabalho feito em 2023. Foi um ano de muitas conquistas na modalidade e tudo isso fruto da dedicação das atletas e dos treinadores. Estamos orgulhosos”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui