Lourdinha, o pós 7 de Setembro foi uma coisa ridícula, sabe. Um desastre, até. A gente pensava que o país iria pegar fogo, mas que nada, o Bozo deu pra trás, sabe.

Os caminhoneiros ocuparam as estradas, mas foram desautorizados pelo Bozo e logo logo, a coisa que parecia sólida, esfriou e se desmanchou logo no ar.

Depois da intervenção do golpista Michel Temer, o Bozo se borrou todo e recuou de suas declarações e ameaças. Ele só late, depois recua.

O ex-ministro da Saúde, o Mandetta, disse que o Bozo “fez pipi na cama”. Ave César!

O Maia revelou que o “recuo” do Bozo é pura humilhação (pra ele). Mas o Bozo não está nem aí, sabe. Parece que ele é descarado. Bota fogo e depois assopra. Ele vai terminar como o “fantoche” dele, o Trump. E os dois não são bem certos da “cachola”, sabe.

Já estão dizendo que o Bozo é bipolar. Eu creio que ele seja tripolar: ou coisa pior, sabe.

O certo é que isolado & desacreditado, o Bozo “meteu o rabo entre as pernas” e virou “mocinha” de uma hora pra outra, sabe.

Ou seja… todo o alarde do Bozo ao redor do 7 de Setembro foi um imenso fiasco… E bota fiasco nisso, para não dizer coisa pior. E foi muito caro para o país em todos os sentidos.

Agora os bolsonaristas estão chateados com o recuo do Bozo. Um deles declarou que vai queimar a camiseta com a foto do Bozo. E os mandados de prisão dos arruaceiros e baderneiros vão continuar. Falta prender o Zé Trovão, que já virou Zé Ventaninha(zinha).

Nada como um dia atrás do outro, sabe.

Em 1.520 (como diz o poeta), minha santa, a gente já ia pras ruas com a bandeira do Brasil exigindo o fim da Dívida Externa. Naquele tempo, as Pastorais Sociais, sindicatos e entidades chamam de “Dívida Eterna”. Agora os “bozistas” acham que são “donos” da bandeira do Brasil. Francamente… Coisa ridícula, sabe.

O Bozo só espalha e gasta. O Bozo é um gastador. Na semana passada o vice-presidente, Amilton Mourão visitou a Expointer, em Esteilo (RS). Pois o Bozo veio no sábado para a Expointer. Ué… e a visita do vice não valeu? O Bozo estava ocupado com as arruaças e ameaças e depois que amarelou, veio fazer fita e gastar nosso dinheiro. O Bozo é um vexame: mamma mia!

A trupe bolsonarista, ou seja, os filhos dele, ainda tiveram a coragem ou o descaramento de dizer: “Acreditem no Capitão”. Como acreditar nesse Bozo?

Agora que ele amarelou, vão aparecer outras manifestações contra ele, sabe.

Enquanto isso a gasolina e o dólar estão pela “hora da morte” e, como se não bastasse, estamos atravessando uma crise hídrica com possível aumento da luz elétrica. E com a inflação, nove (9) itens básicos de nossa alimentação vão subir de preço, tais como: café, açúcar, hortaliças, carne bovina, (adeus churrasco), frango, ovos, leite, feijão e arroz. Desse jeito, como louvar o Bozo? Ou alguém ainda é cego? E a Bíblia alerta: “O pior cego é aquele que não quer ver”.

Misericórdia, Lourdinha!

Dogival Duarte, escritor e poeta

Foto: Divulgação

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui