Está disponível no site da Prefeitura de Santa Cruz do Sul (www.santacruz.rs.gov.br), na aba da Secretaria Municipal de Educação (SEE), a lista de alunos da educação infantil, contemplados nas solicitações de transferência para outras escolas. Dos 311 pedidos, protocolados por pais ou responsáveis, para outra unidade da rede municipal, foram atendidos 212, ou seja, 79 por cento da demanda.
Os pedidos de transferência foram efetuados no período de 9 a 13 de novembro, na própria escola onde o aluno estava matriculado, através do preenchimento de formulário e apresentação de comprovante de residência por parte dos pais e/ou responsáveis. As crianças poderão frequentar a nova escola, para a qual foram transferidos, a partir de 8 de dezembro.
Do total de solicitações aprovadas, 79 são para vagas na recém – construída Emei Viver Bem, no bairro Santa Vitória, que abrirá suas portas também no próximo dia 8. Com isso novas vagas serão abertas na rede municipal e crianças que hoje estão na fila de espera poderão ser contempladas. “Com a abertura dessas vagas vamos focar na lista de espera, no sentido de zerá-la o mais rápido possível, como sempre trabalhamos”, disse a secretária municipal de Educação, Jaqueline Marques.
Jaqueline destaca o investimento feito pelo governo Telmo Kirst na construção de novas creches. Segundo ela, na Emei Viver Bem foram investidos cerca de R$ 2 milhões para ofertar mais de 200 vagas. Ela cita ainda a Emei Progresso, que será entregue em fevereiro do ano que vem, a Emei Sildo Paulo Goettert, em construção no Bairro Castelo Branco, para atender mais 240 crianças, e a Emei que vai atender o residencial Mãe de Deus, com recursos garantidos através do Finisa e em fase de finalização de projetos para ser licitada na próxima gestão. “Este governo sempre teve o compromisso de ampliar o acesso à educação infantil, essa sempre foi nossa prioridade e é isso que estamos fazendo”, frisou.
A SEE divulgou também a migração recente de 72 crianças, na faixa de 4 a 5 anos de idade, para a rede pública municipal. “São famílias que vieram de outros municípios ou optaram por deixar a rede privada e ingressar na rede municipal. Todos os pedidos foram contemplados, nenhuma criança em fase de pré-escola hoje está fora da sala de aula, esse é um déficit que nós zeramos”, destacou.
Com relação ao período de inscrições e matrículas para o ano letivo 2021, a SEE informa que o cronograma será divulgado nos próximos dias. Para evitar aglomerações, em virtude da pandemia de coronavírus, as inscrições deverão ocorrer nos primeiros dias de dezembro e serão online.
Emei Viver Bem – Serão atendidos no educandário, meninos e meninas de zero a cinco anos de idade, em turminhas do berçário a pré-escola. Além das crianças do próprio loteamento, serão beneficiadas outras do mesmo bairro e também do Dona Carlota.
Diferente da grande maioria das escolas, cujos projetos são desenvolvidos e executados pelo governo federal, este é um projeto próprio da Prefeitura. A obra foi executada com recursos oriundos de financiamento junto à Caixa Econômica Federal (CEF), por meio do Programa PAC Pró-Moradia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui