Foto (da esquerda para a direita): delegado titular da Receita Estadual, Luiz Augusto Wickert, diretora da Sehase Priscila Froemming e delegado substituto Gérson Melo Divulgação

Uma ação de voluntariado engajou funcionários da Receita Estadual e seus familiares em uma campanha de arrecadação de roupas e alimentos com o propósito de amenizar o inverno de famílias em situação de vulnerabilidade no município. Nesta segunda-feira, 27, os itens foram entregues pelo órgão para a Prefeitura de Santa Cruz do Sul, instituição escolhida este ano para o repasse.

A campanha, vinculada ao Calendário de Responsabilidade Social da Receita Estadual, é uma das muitas ações sugeridas com base na Agenda 2030 da Organização das Nações Unidades (ONU), voltada ao desenvolvimento sustentável e com foco na erradicação da pobreza. Entre os dias 10 e 17 deste mês foram arrecadados pelos colaboradores 18 quilos de alimentos, 19 cestas básicas – contendo 13 quilos cada – e 48 peças de agasalhos.

Os gêneros alimentícios serão agora repassados ao Bando de Alimentos para serem destinados às famílias atendidas pelos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e pelas entidades cadastradas junto ao Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS). Já os agasalhos serão levados para as feiras de distribuição de roupas que até o final de julho estão acontecendo nas comunidades dos bairros e interior, em benefício de pessoas necessitadas.

A Secretaria Municipal de Habitação, Desenvolvimento Social e Esporte (Sehase) buscou as doações junto à Receita Estadual nesta segunda-feira. As roupas e os alimentos foram entregues pelo delegado titular do órgão, Luiz Augusto Wickert e pelo delegado substituto Gérson Melo à diretora de Desenvolvimento Social da secretaria e presidente do CMAS, Priscila Froemming.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui