Foto: Campanha irá sortear horas máquina para as produtores locais. Crédito: Arquivo/Prefeitura de Sinimbu

Está tramitando na Câmara de Vereadores de Sinimbu o Projeto de Lei que visa instituir a campanha Valorize Sinimbu, Peça Nota – Produtor Premiado. Diferente dos outros anos, a campanha de 2022 será exclusivamente aos produtores rurais que possuem bloco de produtor com inscrição no Município e tem como objetivo aumentar a arrecadação de tributos e estimular o desenvolvimento na área rural e aumento de produção agrícola do Município.

Conforme prevê o Projeto de Lei, a campanha será direcionada especificamente ao produtor rural, com premiação aos contemplados de horas máquinas para execução em suas propriedades rurais. A premiação será dividida em dois sorteios, um em junho e outro em dezembro, e contemplará três faixas de produtores, conforme quantitativo de notas (por valor).

Conforme a Administração Municipal, além de proporcionar um ganho a ambas as partes (município e produtor rural), a campanha tem por finalidade uma maior valorização da agricultura local e uma conscientização das pessoas, pois elas também possuem a responsabilidade sobre a fiscalização dos produtos e riquezas que são geradas em nosso meio, as formas de sua circulação e comercialização e que os impostos pagos por todos sejam efetivamente recolhidos e aplicados na melhora do meio em que vivemos.

COMO IRÁ FUNCIONAR A CAMPANHA

O início da campanha está previsto para o dia 14 de fevereiro. Terá direito a uma cautela o produtor que apresentar suas notas fiscais do bloco de produtor com inscrição em Sinimbu. A cada R$ 1 mil em notas, o produtor receberá uma cautela. Aqueles que estiverem com o cadastro e vacinação (brucelose) do rebanho em dia, terão direito a cinco cautelas extras.

Conforme o secretário de Agricultura de Sinimbu, Félix Weis, a campanha irá funcionar nos mesmos moldes dos outros anos, sendo que a distribuição das cautelas acontecerá diretamente na Secretaria de Agricultura. “Através dessa campanha, queremos estimular os nossos produtores rurais a emitir suas notas fiscais, bem como a manter em dia o cadastro e vacinação de seus rebanhos junto a Inspetoria Veterinária”, detalha. O Projeto de Lei que irá instituir a campanha segue tramitando na Câmara de Vereadores. Mais informações sobre a campanha serão divulgadas após a aprovação do projeto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui