Foto: Jacson Miguel Stülp

O jogador de futebol Pedro Henrique Konzen recebeu na noite desta segunda-feira, 20, o título de Cidadão Santa-cruzense na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul. A proposição foi do vereador Cléber Pereira (União Brasil), sendo que a sessão contou com a presença de muitos desportistas da região, familiares e amigos da região de Pinheiral.

A sessão solene foi conduzida pelo presidente Rodrigo Rabuske, e contou na mesa com as presenças do tio de Pedro Henrique, Edgar Pedro Konzen; do coordenador da Lifasc, José Roberto Kappaun e do presidente do Conselho Deliberativo do FC Santa Cruz, Tiago Rech.

Pedro Henrique Medina Konzen da Silva é jogador profissional e natural de Novo Hamburgo, onde nasceu aos em 16 de junho 1990, tendo residido desde os primeiros dias de vida em nosso município. Pedro Henrique perdeu os pais antes dos seis anos, sendo criado pelos tios Edgar Pedro e Aurea Konzen, assim como os avós, em Linha Pinheiral, no interior de Santa Cruz do Sul. Ele é casado com a caxiense Rafaela Scain desde junho de 2012. Conheceu a esposa quando atuava no Caxias e a filha Philipa nasceu na França.

O início de Pedro Henrique foi no projeto Eu Jogo Junto, ofertado na Escola Sagrada Família, quando já passou a ser observado pelos treinadores como um jogador diferenciado. Depois passou um período no futsal, na escolinha Rogildo Esportes, bem como na Escolinha New Boys, onde foi aluno do vereador Cleber Pereira, até chegar às categorias de base do Santa Cruz. Ao mesmo tempo, Kiko atuava no time do Pinheiral na Liga de Integração do Futebol Amador de Santa Cruz do Sul (Lifasc).

No amador, disputou competições pelo Juventude, de Vila Arlindo, e o Grêmio Esportivo Cecília, pelo qual foi campeão da Taça da Amizade, de Venâncio Aires. Em 2006 foi campeão nos titulares do Regional com o Pinheiral.

Após dois anos na base do Grêmio, Kiko recebeu a oportunidade de atuar como profissional no Avenida, por intermédio do presidente e hoje vereador Jair Eich. Se transferiu para o Caxias, em 2010, onde foi vice-campeão gaúcho sub-20. No ano seguinte, disputou o Gauchão, sendo que disputou ainda a Série C do Brasileiro.

As boas atuações levaram Pedro Henrique ao futebol europeu no início de 2012. A primeira parada foi na Suíça, para três temporadas no Zürich FC. Na temporada 2013/14, marcou 11 gols em 40 jogos. Foi campeão da Copa da Suíça e acabou negociado com o Rennes, da França, onde jogou duas temporadas e meia. O passo seguinte foi o futebol grego, onde recebeu o convite para atuar no Paok, de Salonika, na temporada 2016/17. No dia 6 de maio de 2017, ele anotou o gol do título da Copa da Grécia, na vitória por 2 a 1 sobre o AEK.

O próximo destino do atleta foi no Azerbaijão, para um contrato de empréstimo. O clube era o Qarabag, classificado à fase de grupos da Liga dos Campões da Europa em 2017/18. Pedro Henrique foi pentacampeão e encarou Chelsea, Atlético de Madrid e Roma no torneio continental. No dia 27 de setembro de 2017, ele entrou para a história do país na derrota por 2 a 1 diante da Roma: foi o autor do primeiro gol de uma equipe do Azerbaijão na renomada Champions League.

Após, Pedro Henrique foi cedido ao Astana, do Cazaquistão. Lá, encarou muitas temperaturas negativas e chegou a disputar a Europa League 2018/19. Ainda teve tempo de ser campeão cazaque. De volta ao Paok, participou da campanha do título grego invicto de 2018/19 e do tricampeonato da Copa da Grécia.

Desde agosto de 2019 atuava no Kayserispor, da Turquia, e o contrato iria até 2023. Há cerca de dois meses veio para o Sport Club Internacional, de Porto Alegre. O atleta já tem mais de 10 anos de trajetória profissional. São 320 jogos na carreira e mais de 6o gols marcados. O último, contra o Flamengo, pelo Colorado, sendo o primeiro com a camisa do Internacional.

Foto: Jacson Miguel Stülp

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui