Destaque na vitória do Inter sobre o Fortaleza, o meia Patrick entende que esta semana, com confrontos com o líder São Paulo na quarta-feira e o clássico Gre-Nal no domingo, será decisiva para o Inter definir os seus rumos do Brasileirão 2020. Distante um ponto da liderança, o Colorado pode assumir a ponta já nesta rodada se vencer no Morumbi, às 21h30min. Mais cedo, Grêmio e Atlético-MG se enfrentam e, em caso de tropeço dos mineiros, que têm um jogo a menos, a equipe de Abel Braga poderá se tornar a única equipe a depender só de si para garantir o troféu de campeão.

“É uma semana muito importante, são dois adversários importantíssimos, dois adversários que estão brigando pelo título, a gente tem que se preparar bem e fazer dois grandes jogos”, projetou Patrick, em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Tendo batido “na trave” em 2019 na final da Copa do Brasil, o meia reconhece a possibilidade de título, mas pede trabalho “jogo a jogo” nesta reta final de Brasileirão. “Não vou falar que eu não quero ser campeão porque estaria sendo hipócrita, o pensamento de título existe e a gente vai lutar jogo a jogo.”

Titular da equipe desde o começo da temporada, quando o time era treinador pelo argentino Eduardo Coudet, Patrick ressaltou o trabalho do grupo de atletas e exaltou a capacidade e vontade de Abel Braga de trabalhar.

“Eu acho que, além de tudo que aconteceu, o grupo sempre foi o mesmo, então eu acho que um fator que foi muito importante foi a gente se conhecer há muito tempo, confiar no nosso trabalho e entender o que estava acontecendo no clube”, afirmou. “O professor Abel é um treinador que dispensa comentários. O que mais me chamou atenção foi a vontade que ele chegou pra trabalhar, a fome dele de ajudar o clube”, acrescentou.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui