IPM Sistemas já teve um primeiro contato com os servidores municipais. (Créditos: Josiléri Linke Cidade)

A partir de fevereiro o Município de Vera Cruz passa a operar com novo sistema digital de dados de última geração. Após processo de licitação, a IPM Sistemas será a responsável pelo acesso às informações geradas pela prefeitura. A modernização vai agilizar e facilitar o atendimento ao cidadão e aos usuários com a disponibilização de mais processos de forma on-line.

Antes de entrar em funcionamento, no entanto, está ocorrendo a migração da base de dados da municipalidade de servidores físicos para a nuvem. Depois dessa etapa, ocorre o treinamento dos servidores públicos municipais no novo sistema. Com isso, durante uma semana não será possível acessar os serviços que dependem de informações do banco de dados.

Essa impossibilidade se dará das 17 horas do dia 28 de janeiro até às 8 horas do dia 7 de fevereiro. Nesse período, o sistema será acessado somente para consultas. A troca do sistema, irá refletir especialmente na emissão da Nota Fiscal Eletrônica, que ficará inoperante entre os dias 1º e 10 de fevereiro. Já entre os dias 31 de janeiro e 4 de fevereiro a prefeitura terá apenas expediente interno, para treinamento dos colaboradores no novo sistema.

Para ao Secretário de Planejamento e Finanças, Leandro Wagner, cada vez mais o contribuinte está on-line e a Prefeitura precisa acompanhar essa mudança. “Não podemos ficar alheios às transformações tecnológicas e aos benefícios que o digital oferece aos serviços públicos, sem falar da estabilidade do sistema, que é o que mais nos agrada. Enfrentamos problemas em outros momentos, com a queda do servidor, e a indisponibilidade dos dados, o que será eliminado com a nova tecnologia”, reforça o titular da pasta.

O prefeito Gilson Becker já percebia há algum tempo a necessidade de tornar os processos mais digitais, que com a pandemia ficou ainda mais evidente. “O virtual se mostrou tão ou mais efetivo que o presencial na grande maioria dos casos. Além da facilidade de não precisar se deslocar até a Prefeitura, o novo sistema colabora com a preservação do meio ambiente pela redução do uso de papéis, além de possibilitar um maior controle dos processos”, justifica o Chefe do Executivo.

De acordo com a IPM, são várias as vantagens que a tecnologia otimizada garante à administração pública, como economia de suprimentos, maior agilidade na prestação de serviços, gestão baseada em dados, transparência, oferta de mais serviços digitais aos cidadãos e modernização das solicitações com um menor tempo de espera. O sistema é totalmente adequado às novas legislações e tem atualizações automáticas em relação a normatizações futuras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui