Mulheres de vários movimentos sociais, centrais sindicais e partidos políticos realizaram neste sábado, 4, manifestações contra o governo Bolsonaro em várias partes do país. Os atos foram registrados em diversos locais, como Recife (PE), Natal (RN), Fortaleza (CE), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS), Pelotas (RS), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Campinas (SP), Ubatuba (SP), Santos (SP), Brasília (DF), Palmas (TO), Fortaleza (CE), Juazeiro do Norte (CE), Florianópolis (SC), Chapecó (SC) e João Pessoa (PB).

“Bolsonaro nunca mais”. Esse foi o mote das manifestações que tomaram as ruas do país, neste sábado (4), pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro (PL). O ato foi convocado por mulheres das entidades que compõem a Campanha Nacional Fora Bolsonaro, articulação que organizou seis manifestações ao longo do ano.

A representante do Levante Feminista Contra o Feminicídio, Rita Andrade, ressalta que o governo do presidente Jair Bolsonaro provocou um imenso desmonte nas políticas públicas que “vinham gerando avanços sociais significativos” para a população brasileira, e que a destruição desses instrumentos impactou fortemente as mulheres.

“A gente vai vendo que as mulheres negras, as mulheres periféricas, indígenas são ainda mais atingidas nesse cenário”, afirma Andrade. Nesse sentido, o ato deste sábado foi “mais uma forma da gente dizer em conjunto que tem que dar um basta para este governo, que não existe a menor possibilidade de seguir com esse governo nefasto, genocida, ecocida. Um governo que vem matando as mulheres, vem matando nossos filhos, a população negra, um governo que não cuida do povo brasileiro”.

Foto: Divulgação

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui