Um pedaço do paraíso no centro do Vietnã, com rios subterrâneos e espécies de peixes e insetos que só existem lá. Essa é Son Doong, a maior caverna do mundo. Localizada no Parque Nacional Phong Nha-Kẻ Bàng, ela tem 200 metros de altura por 150 de largura e 9 quilômetros de comprimento. Isso significa que ela conseguiria abrigar um quarteirão de Nova York repleto de edifícios de 40 andares.

Son Doong significa “Caverna do Rio da Montanha” e é considerada patrimônio mundial da Unesco. Son Doong foi registrada como maior caverna do planeta no Guinness World Records em abril de 2013, depois que estudos geológicos comprovaram seu volume de 38,5 milhões de metros cúbicos. Seis anos depois, mergulhadores descobriram que a formação rochosa também conta com um túnel subaquático de 158 mil metros cúbicos, o que a torna ainda maior.

Repleta de estalagmites de até 80 metros de altura, as mais altas do mundo, Son Doong se formou entre 2 e 5 milhões de anos atrás a partir da junção dos rios Khe Ry e Rao Thuong que originou uma abertura gigante embaixo das montanhas de calcário. A luz do sol que atravessa as duas passagens da caverna possibilita que lá brotem plantas e surjam formações rochosas incomuns.

A passagem que permite a entrada na caverna mede em torno de 67,2 metros. Son Doong foi descoberta em 1990 por Ho Khanh, um habitante da região que costumava andar pelo Parque Nacional Phong Nha-Ke Bang atrás de comida e material para sobreviver. Depois de tropeçar na abertura de um penhasco, ele resolveu chegar mais perto da entrada do lugar. Foi quando conseguiu observar nuvens por ela e escutar o barulho de um rio.

Ao voltar para casa, Khanh acabou esquecendo o caminho e a localização da caverna. Ele conheceu Howard e Deb Limbert, exploradores da British Cave Research Association (BCRA), e contou sobre a descoberta. Apesar de muito procurarem, os dois também não conseguiram encontrar o lugar.

O Parque Nacional Phong Nha-Kẻ Bàng, onde a caverna está localizada, é uma das regiões de montanhas calcárias mais antigas da Ásia, tendo aproximadamente 400 milhões de anos.

Foi somente em 2008 que Khanh redescobriu onde a caverna fica. Um ano depois, ele encabeçou a primeira expedição a Son Doong, acompanhado dos pesquisadores Limbert. Essa função continua sendo desempenhada por ele atualmente: seu trabalho é guiar e orientar diversos grupos de visitantes à caverna.

No final da expedição, há uma tradição em que os visitantes escalem uma das paredes da caverna. Apelidada de “Grande Muralha do Vietnã”, ela tem 90 metros de altura.

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui