Foto: Divulgação

As duas plantas fabris da Japan Tobacco International (JTI) em Santa Cruz do Sul (RS) receberam a certificação Safe Guard, emitida pela Bureau Veritas, empresa francesa líder mundial em teste, inspeção e certificação. A unidade que processa tabaco e a fábrica de manufatura de cigarro receberam a auditoria em julho e setembro, respectivamente. Mais de 50 itens de instalação, processo, pessoal, higiene e limpeza foram vistoriados, e a certificação Safe Guard tem validade de um ano.

“A pandemia de COVID-19 nos exigiu um olhar ainda mais crítico em relação às práticas de saúde e segurança dentro da JTI. Diversas medidas foram implementadas e, inclusive, fomos reconhecidos localmente pelas iniciativas que tomamos para proteger colaboradores, fornecedores e demais públicos com quem nos relacionamos. Mas faltava uma auditoria formal para nos certificarmos de que nossas práticas estão alinhadas a uma governança exemplar contra a COVID-19. A certificação Safe Guard é um reconhecimento importante, mas isso não nos deixará acomodados. Seguiremos implementando melhorias continuamente”, adianta Coretti Junior, diretor de EHS da empresa.

Mudanças no cotidiano

Desde março de 2020, quando a pandemia chegou ao Brasil, a JTI implementou novas regras visando à saúde e segurança dentro das suas instalações. Leitores biométricos nas catracas foram substituídos pela tecnologia de smart card – basta o colaborador aproximar o cartão do leitor, sem contato físico. A aferição de temperatura é feita por termômetros de infravermelho também sem contato físico. A frota de ônibus responsável pelo transporte fretado foi ampliada e chegou a circular com 50% da capacidade de pessoas. Os restaurantes da processadora de tabaco e da fábrica de cigarros receberam divisórias em acrílico para garantir o distanciamento de 2 metros e o sistema de buffet foi desativado.

“Distribuição de máscaras, kit de higienização, reforço na limpeza das áreas comuns, central de atendimento 24h aos colaboradores, triagem de visitantes e terceiros, além de uma ampla campanha de conscientização quanto às práticas para se evitar a doença seguem em nossa pauta de trabalho e continuaremos fazendo esse esforço intenso para garantir ao máximo a saúde e segurança dos colaboradores e demais parceiros”, resume Coretti.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui