Os proprietários de veículos que já quitaram o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e o licenciamento referentes do ano de 2022 já estão começando a ter acesso ao Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV). Desde agosto de 2020, o documento passou a ser fornecido de forma exclusivamente digital.

O número de pessoas que anteciparam o pagamento foi significativo. Os proprietários de 1,3 milhão de veículos (34% da frota tributável) quitaram o imposto no Rio Grande do Sul. Em comparação com o ano passado, o volume de antecipações cresceu 33,7%, segundo dados da Receita Estadual.

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS), como o sistema começou a processar as informações somente a partir de janeiro, há um passivo grande acumulado.

A ordem de liberação dos documentos tem ocorrido conforme a data de pagamento, a partir de 15 de dezembro de 2021. A Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul (Procergs) informou ao Detran que, até o final de janeiro será possível vencer este passivo.

Mas o departamento reforça que os proprietários de veículos não precisam se preocupar. O documento de 2021 está regular, e é válido até final de junho ou julho, dependendo da placa.

CRLV Digital

O documento está disponível no App Carteira Digital de Trânsito. Se preferir, o CRLV pode ser impresso em casa. O fim do papel moeda para documentos como CRLV e Certificado de Registro de Veículo (CRV) atende regramento federal (Resolução 788/2019, do Contran) e aconteceu em todo o Brasil.

Se não tiver acesso a smartphone ou impressora, o proprietário pode solicitar a impressão do documento em um Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA) ou em um despachante. Porém, este serviço é cobrado pelo prestador.

Fonte: GZH

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui