Em meados de setembro, Presidentes de comunidades e paróquias, juntamente com Ministros e Ministras, definiram pelo retorno gradual de cultos presenciais. Agora, em outubro, muitas perguntas sobre o possível retorno presencial de grupos comunitários aconteceram, especialmente referente ao Ensino Confirmatório.

Foi conversado sobre o assunto em reunião da Diretoria do Conselho Sinodal e em Conferência Ministerial.
Dentre as diferentes ideias refletidas e orientações sugeridas, destaca-se:
• O final do ano está próximo. Normalmente neste tempo os grupos comunitários caminhavam
para o “encerramento” dos encontros anuais. Mesmo assim, alguns grupos pensam realizar
alguns encontros presenciais em 2020;
• Temos realidades diferentes onde os protocolos que restringem encontros presenciais divergem.
Em alguns lugares, além da vontade do querer encontrar-se, há protocolos mais flexíveis que
permitem o retorno – desde que os cuidados sejam tomados;
• Confiamos o retorno dos cultos presenciais à responsabilidade das lideranças locais. Da mesma
forma, orienta-se proceder em relação ao retorno do encontro presencial dos grupos: à nível
local, Presidente de Comunidade, Paróquia e Ministra ou Ministro refletem e definem a respeito;
• Protocolos do governo estadual e municipal precisam ser observados. Cada encontro presencial
requer, ao menos, uma liderança responsável pela observância dos protocolos;
• A partilha de alimentos no encontro dos grupos ainda não é aconselhável;
• Para fins de conhecimento, orientamos comunicar o Sínodo quais grupos irão retornar;

No decorrer do ano muito fizemos para evitar a propagação da COVID-19 no espaço comunitário. Para valorizar todo cuidado tomado até o momento, sigamos observando os protocolos com seriedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui