O exame realizado pelo técnico Renato Portaluppi nesta segunda-feira confirmou que ele está com Covid-19. A informação foi revelada pela filha do treinador, Carolina Portaluppi, em suas redes sociais e confirmada pelo Grêmio posteriormente.

Com a infecção, ele ficará em isolamento social por, pelo menos 10 dias, prazo imposto pelo protocolo da Confederação Brasileira de Futebol. Porém, a volta as atividades dependerá da reação do organismo do treinador ao coronavírus.

De acordo com o médico do Grêmio que acompanha o técnico, Dr. Gabriel Severo, Renato teve melhora no quadro clínico nas últimas horas: “O treinador foi medicado e, no momento, encontra-se assintomático. Renato cumprirá o protocolo de isolamento pelos próximos dias”, informou Severo.

Portaluppi, de 58 anos, realizou um teste exigido pela Federação Gaúcha de Futebol no sábado para poder atuar no Gre-Nal e o resultado foi negativo. Na madrugada desta segunda-feira, o treinador teve febre e reclamou de dores no corpo durante a madrugada, além de inflamação na garganta.

Com os sintomas, ele foi vetado para a viagem para o jogo de quarta-feira, válido pela terceira fase da Libertadores, contra o Independiente del Valle, no Equador. E realizou novo exame para Covid-19 e o resultado foi positivo. Antes mesmo de ter a confirmação, o técnico foi isolado e passou a ser acompanhando pelos médicos do Grêmio.

O auxiliar Alexandre Mendes, que comandou o time em algumas partidas do Gauchão, será o responsável pela equipe no Equador. O Grêmio treina nesta terça-feira, em Quito. O local e horário ainda não foram informados.

O primeiro jogo da terceira fase está marcado para quarta-feira, no estádio Casa Blanca, às 19h15min. A partida de volta ocorre no dia 14, no mesmo horário, na Arena.

Fonte: Correio do Povo

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui