A procissão de Nossa Senhora dos Navegantes terá um formato inédito e híbrido este ano. A programação começou neste domingo (23), e se encerra no dia da padroeira de Porto Alegre, 2 de fevereiro.

Realizada pelo Santuário Navegantes e a Produtora Cultura em Cena, o tradicional evento tem apoio institucional da prefeitura e pela primeira vez a santa vai ao encontro dos moradores, na Ilha da Pintada.

Para o secretário municipal da Cultura Gunter Axt, a ida da santa para as ilhas significa um gesto de emulação da tradição mais profunda da celebração, ligada aos pescadores e ribeirinhos. “Para a cultura, é um chamamento à valorização da identidade das periferias”, afirma.

Neste domingo, escoltada por batedores da EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação), uma carreata iniciará às 8h30 e conduzirá a santa até o Cisne Branco, em frente ao Cais do Porto. Neste momento, a imagem será levada em um curto trajeto – nos braços dos remadores – ao encontro da comissão especial que aguardará na embarcação na qual seguirá a viagem.

A entrada no Barco Cisne Branco será por volta das 10h30, quando pelas águas do Guaíba, e acompanhada pelos pescadores, vai até a Ilha da Pintada. A recepção da Nossa Senhora dos Navegantes, na Capela Nossa Senhora de Boa Viagem, Ilha dos Pescadores, será liderada pelo padre Rudimar Dall Asta. Durante a novena, de 23 janeiro a 2 de fevereiro, serão celebradas missas diárias por padres diferentes, sempre às 19h.

Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui