Foto: Reunião de avaliação mensal dos números e metas. Crédito: Divulgação

Um mês após a implantação do novo fluxo de atendimento e contratação de mais médicos para a UPA 24 horas, gestores da saúde de Venâncio Aires voltaram a se reunir para reavaliar o serviço. Em encontro junto ao Hospital São Sebastião Mártir, foram analisados os números do mês de maio para acompanhar a evolução dos atendimentos, resolutividade, encaminhamentos e tempo de espera dos pacientes. Apesar do grande número de atendimentos, o tempo médio de espera diminuiu em aproximadamente uma hora.

Com picos de atendimentos comprovados das 7h da manhã às 19h, a Administração Municipal aportou recursos para contratação de mais profissionais e dobrou o número de médicos nesse horário, reduzindo a escala em horários de menor movimento. Também abriu um novo consultório médico no setor destinado a pacientes com classificação amarela com fluxo de entrada diferenciado. “Com local destinado apenas a pacientes urgentes, que demandam mais atenção e tempo de atendimento, conseguimos desafogar consideravelmente a espera de pacientes classificados com verde e azul”, explica o diretor técnico do Hospital São Sebastião Mártir, Guilherme Furst Neto.

Apenas no mês de maio, a UPA venâncio-airense registrou 6.846 atendimentos, média de 220 por dia. No mesmo período foram mais de 8.674 procedimentos de enfermagem e apenas 114 encaminhamentos ao Hospital, o que comprova a resolutividade do serviço na UPA. A média de espera por atendimento, no entanto, chegou a 1 hora e 25 minutos no mês de maio. Com a implantação das mudanças, no mês de junho, o tempo médio de espera até segunda-feira, 27, caiu para apenas 23 minutos. “Estamos acompanhando essa melhora diretamente com os usuários. Não se trata apenas de mais profissionais, mas de todo um trabalho para avaliar o atendimento e alterar esse fluxo. É importante esse acompanhamento mensal e o estabelecimento de metas para melhoria da UPA e do Hospital”, destaca o prefeito Jarbas da Rosa.

Para o mês de julho, a meta é de alterações no Pronto-Atendimento do Hospital, com projeto de reformas internas, redirecionamento de fluxo de atendimento e capacitação das equipes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui