Com a missão de promover a melhoria da qualidade de vida, atuando em microfinanças como agente de transformação social, o Banco da Família chega a Santa Cruz do Sul por meio de uma parceria com a Associação Comercial e Industrial (ACI) do município. A atuação e os benefícios que trará aos pequenos empreendedores e comunidade regional são o foco da edição de dezembro do Café Empresarial On-line. Promovido pela ACI, o evento virtual que ocorre nesta sexta-feira, às 10h45, traz como convidada a presidente do Banco da Família, Isabel Christina Antunes Baggio, e será transmitido pela plataforma do Instagram da entidade (@aci_scs). São patrocinadores do Café Empresarial o Banco de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) e a Universidade de Santa Cruz (UNISC), com o apoio da Padaria Pritsch.

Administradora de Empresas, pós-graduada em Marketing, com MBA em Administração Global, Isabel Baggio é integrante do Conselho de Administração da Associação das Instituições Operadoras de Microcrédito de SC (AMCRED SUL) e diretora para Soluções Financeiras da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (FACISC). Também integra o Conselho de Administração da Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças (ABCRED) e atualmente é vice-presidente de Serviços da Associação Empresarial de Lages (ACIL).

Nesse bate-papo virtual, que terá a condução do diretor-executivo da ACI, Cassiano Steinhaus, ela apresentará o Banco da Família aos empreendedores e comunidade regional, seus produtos e serviços e principalmente a forma como será a atuação junto à entidade, que será sua parceira na cidade.

Um dos grandes diferenciais do banco e que atraiu a atenção da ACI, segundo o diretor-executivo da entidade, foi o seu forte apelo social e as grandes facilidades que oferece em termos de garantias, principal gargalo que afasta muitos microempreendedores do acesso ao crédito nas instituições financeiras. “É uma parceria que sem dúvida vai impulsionar o empreendedorismo na região, democratizando ao acesso ao crédito”, desta Steinhaus.

Saiba mais – O Banco da Família é uma instituição de microfinanças, formada por uma associação, registrada como OSCIP (Organização da Sociedade Civil e Interesse Público) e tem seu funcionamento autorizado e regulamentado pelo Ministério da Justiça através da Lei n.º 9.790.

Surgiu em 1998, como Banco da Mulher, por iniciativa da Câmara da Mulher Empresária, da Associação Comercial e Industrial de Lages (SC), com a missão de ser uma alternativa de crédito aos pequenos negócios, formais e informais, de forma simplificada e eficiente – buscando ampliar e melhorar os pequenos negócios de modo que contribuíssem com o desenvolvimento regional.
Em 2003, a instituição mudou e ampliou sua abrangência, passando a se chamar Banco da Família. Desde então cresceu ano pós ano até se tornar a maior operação de microcrédito do Sul do país. Em mais de 20 anos concedeu cerca de R$ 900 milhões de crédito, impulsionando negócios de mais de 322 mil operações de crédito, em mais de 130 municípios de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui