Foto: Cristine Rochol/PMPA

Quem é pai, mãe ou responsável por crianças na faixa etária de 5 a 11 anos tem um compromisso inadiável no próximo final de semana. Acontece em todo o Estado do Rio Grande do Sul, neste sábado, 19, o Dia C de vacinação infantil, em uma grande ofensiva para aplicar a primeira dose da vacina contra o coronavírus e assim proteger os pequenos da Covid-19. Em Santa Cruz do Sul cerca de 5 mil doses da Coronavac e da Pfizer pediátrica estarão disponíveis para esse público.

As vacinas estarão sendo disponibilizadas no ambulatório central e também nas estratégias de saúde Senai, Glória, Cohab e Faxinal, no período entre 8h e 16 horas. A orientação é para que os pais ou responsáveis se dirijam até a unidade mais próxima de sua residência aproveitando o esforço extra da campanha. Até o momento foram imunizadas contra a Covid-19, um contingente de 4593 crianças de um total estimado em 10249 nesta faixa etária. Também neste dia, todas as doses da vacina para adultos estarão sendo aplicadas no Cemai.

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesa) já está preparando um clima todo especial para receber a garotada nos postos, com decoração de balões e outros enfeites. Super-heróis e outros personagens de estórias infantis vão dar o tom da campanha neste sábado, 19, e quem receber a primeira dose vai sair da unidade com um certificado de coragem para estampar na parede do quarto.

Com a volta às aulas agora no mês de fevereiro, a expectativa segundo a secretária municipal de Saúde, Daniela Dumke, é que a procura pelos postos de saúde aumente. “Santa Cruz já ultrapassou 40 por cento do público infantil apto a receber a primeira dose e nosso objetivo é esse, vacinar o maior número de crianças no menor tempo possível, garantindo assim a proteção delas”, disse.

Segundo a secretária, o mesmo protagonismo alcançado na vacinação de adultos, com Santa Cruz do Sul em primeiro lugar no Estado, dentre os municípios com mais de 100 mil habitantes, também é possível no que tange à vacinação das crianças. E para facilitar o acesso dos pais e/ou responsáveis, toda semana são oferecidos horários estendidos nas unidades de saúde. “O Dia C é a continuidade deste trabalho que a gente já vem fazendo.

Além da ampliação de horários em alguns postos durante a semana, este sábado será também mais uma excelente oportunidade para que os pais se desloquem com calma até uma unidade de saúde e garantam logo a proteção dos seus filhos”, argumentou.
No ato da vacinação, é necessário apresentar a caderneta de vacinação, um documento com o CPF e/ou Cartão Nacional de Saúde (CNS) da criança. Se não for um dos pais do menor, o acompanhante, portando documento de identificação, deverá preencher um termo de responsabilidade.

Também após a vacina a criança precisa permanecer na unidade de saúde durante 20 minutos para o caso de manifestar alguma reação. “Até o momento não houve registro de nenhum tipo de reação fora da normalidade. A vacinação tem ocorrido de forma bastante tranquila e dentro do esperado”, disse Daniela.

Cabe reforçar ainda que a vacinação é contraindicada para crianças que tenham tido Covid-19 nos últimos 30 dias ou que neste período tenham estado na presença de algum familiar que teve a doença. Também não devem receber o imunizante se estiverem com febre ou estado gripal ou ainda se tiverem tomado qualquer outra vacina nos últimos 15 dias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui