O desemprego recuou na primeira semana de setembro, mas Brasil ainda tinha 13 milhões de pessoas sem trabalho, segundo a Pnad Covid, divulgada nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na semana anterior, país tinha 13,7 milhões de desempregados. No entanto, há mais pessoas sem empregos na primeira semana de setembro do que em 3 a 9 de maio (início da pesquisa), quando havia 9,8 milhões nesta situação.

O número de pessoas empregadas ficou estável em 82,3 milhões frente a 82,2 na semana anterior. A semana considera os dados de 30 de agosto a 5 de setembro.

Afastamento do trabalho 

A população ocupada e não afastada do trabalho ficou em 76,8 milhões. Do total, 8,3 milhões (10,8%) trabalhavam de forma remota. Esse contingente ficou estável frente à semana anterior (8,3 milhões ou 10,9%).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui