Foto: Reprodução/Família

Em Venâncio Aires, um exame de DNA vai esclarecer se o corpo localizado na tarde da última terça-feira nas águas do rio Taquari, em Vila Mariante, é de um homem que está desaparecido há mais de dois meses. O cadáver está em adiantado estado de decomposição e foi encaminhado ao Departamento Médico Legal (DML), para exame de necrópsia.

O morador do bairro Bela Vista está desaparecido desde a tarde do dia 26 de maio, quando familiares viram ele saindo do condomínio Bela Vista, onde residia com a companheira, e entrar em um Gol branco. Depois disso, familiares tentaram entrar em contato com ele, via celular, mas o aparelho estava desligado.

Então, na manhã de ontem, quarta-feira, 4, familiares de Silveira foram até a Delegacia de Policia,  e a mãe do homem foi orientada a ir até o DML de Santa Cruz, para fornecer material genético para um comparativo. Só assim será possível descobrir se o corpo é de Paulo Silveira ou não.

O corpo foi encontrado por volta das 17h, na localidade de Linha Chafariz e resgatado das águas pelo Corpo de Bombeiros. O cadáver, em adiantado estado de decomposição, estava com uma calça jeans e uma camiseta de cor clara e segundo o delegado Vinícius Lourenço de Assunção, não há feições faciais, apenas a ossada do crânio.

Fonte: Folha do Mate

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui