Foto: Walterson Rosa / MS

A CPI da Covid aprovou, nesta quinta-feira, 07, uma nova convocação do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Essa é a terceira vez que a comissão convoca o ministro.

A decisão foi tomada no mesmo dia em que a Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde, órgão consultivo do Ministério da Saúde, retirou da pauta a análise de um estudo de especialistas contra o uso de cloroquina contra o coronavírus.

O vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), declarou que o presidente Jair Bolsonaro interferiu para a retirada do tema da pauta. O Ministério da Saúde afirmou que a análise do estudo foi removida da pauta a pedido dos próprios autores.

Durante a votação do requerimento de convocação do ministro, senadores reclamaram que Queiroga não respondeu aos questionamentos encaminhados pela comissão na terça-feira, 05, que visavam esclarecer qual a estratégia do ministério para a vacinação contra o coronavírus em 2022.

A medida havia sido anunciada como uma alternativa à necessidade de um novo comparecimento do ministro à CPI. Os senadores haviam estipulado um prazo de 48 horas para a manifestação de Queiroga.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui