Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

O Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS) formou 101 novos soldados no Curso Básico de Formação de Bombeiro Militar em cerimônia realizada nesta quarta-feira, 24, em Porto Alegre.

A solenidade também marcou a passagem do comando-geral da instituição. Com a ida do comandante-geral do CBMRS, coronel César Eduardo Bonfanti, para a reserva, o coronel Luiz Carlos Neves Soares Júnior deixou o cargo de subcomandante-geral para assumir o mais alto posto da corporação.

O coronel Otávio Polita Filho, que até então era o diretor do Departamento de Planejamento e Integração da Secretaria da Segurança Pública, assumiu a função de subcomandante-geral. O governador Eduardo Leite e o vice-governador e secretário da Segurança, delegado Ranolfo Vieira Júnior, participaram da solenidade.

Leite agradeceu ao coronel Bonfanti pela dedicação durante os três anos de comando e pela trajetória de serviços prestados e aos formandos pela escolha da missão de defender a sociedade gaúcha, lembrando do heroísmo do tenente Deroci Almeida e do sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós, bombeiros que perderam a vida no incêndio no prédio da Secretaria Estadual da Segurança, em Porto Alegre, em julho.

“No exercício desta missão, lamentavelmente perdemos heróis, como o tenente Almeida e o sargento Munhós, que cumpriram até o fim este mesmo juramento que vocês hoje realizaram, de defender a sociedade com o risco da própria vida. Nosso Estado tem mais futuro, e nossas vidas, mais esperança, por contarmos com heróis como eles e como vocês, que nos dão segurança e tranquilidade para viver neste pedaço de chão. Essa instituição, que é feita de homens e mulheres de coragem, tem o meu mais profundo respeito e admiração”, disse Leite.

Os soldados que ingressaram no CBMRS concluíram cerca de 1.600 horas/aula, com disciplinas como técnicas de salvamento, técnicas de combate a incêndio, atendimento pré-hospitalar e direitos humanos, além do estágio supervisionado. As aulas, iniciadas em abril deste ano, começaram em formato híbrido.

Entre os 101 formandos, 80 são homens e 21, mulheres. O soldado Andres Gesse Arboit de Lima recebeu destaque como primeiro colocado do curso de formação, com média final de aprovação de 9,67.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui