O Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (Cisvale) completou nesta quarta-feira, 20 de outubro, 16 anos de trabalho integrado entre os municípios de Boqueirão do Leão, Candelária, General Câmara, Gramado Xavier, Herveiras, Mato Leitão, Pantano Grande, Passo do Sobrado, Rio Pardo, Santa Cruz do Sul, Sinimbu, Vale do Sol, Vale Verde, Venâncio Aires e Vera Cruz.

Fundada em 2005, o Cisvale cumpre seu principal objetivo de fortalecer, gerenciar e representar os municípios participantes frente as diferentes questões no Estado, sendo elas públicas ou privadas. Focado nas principais questões municipais como emprego, mobilidade urbana, educação, saúde, trabalho, meio ambiente, cidadania, entre outros.

O Cisvale é presidido até o final deste ano pela Prefeita de Santa Cruz do Sul, Helena Hermany, o Vice-Presidente é o Prefeito de Rio Pardo, Edivilson Brum, Secretário o Prefeito de Venâncio Aires, Jarbas da Rosa e Tesoureiro o Prefeito de Pantano Grande, Alcides Emílio Paganotto.

O Centro Regional de Especialidades Médicas (Crem), em Santa Cruz do Sul, é uma das estruturas mais completas do Estado e referência, com mais de 40 especialidades médicas, exames, procedimentos odontológicos, onde muitos atendimentos são realizados por dia, atendendo a demanda de toda a Região.

Recentemente o Cisvale fez sua inscrição junto ao Estado para implantar um centro de referência regional em Transtorno do Espectro do Autismo (TEA). Os centros fazem parte do programa TEAcolhe do governo do Estado, que busca organizar e fortalecer as redes municipais de saúde, de educação e de assistência social no atendimento ao TEA no Rio Grande do Sul. Nesta quarta-feira, 20, foi oficializado a implementação em Santa Cruz do Sul.

O Consórcio irá realizar os atendimentos no Centro Regional de Especialidades Médicas (Crem), em Santa Cruz do Sul. Para isso, será adaptada uma sala terapêutica de integração sensorial, com o que há de mais moderno na área.

Para a presidente do Cisvale e prefeita de Santa Cruz do Sul, Helena Hermany, essa conquista é muito importante para toda a Região. “Se a gente puder acolher e amenizar a dor de uma criança, já valeu a pena”, enfatizou.


Por: Central de Jornalismo da Rádio Santa Cruz 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Favor preencher seu nome aqui